SJ Perty - шаблон joomla Новости

Recorde de participantes no paranaense

Time da ATA Ponta Grossa levou o título na competição por equipes

11 Abr 2017 0 comment

Carolina Andrade*

Toda a família em Curitiba espera a chegada de abril para começar a fartura do pinhão, em pleno outono. Até pode ser, mas no último domingo a pedida foi passear na Universidade Positivo e prestigiar a primeira etapa do campeonato estadual de taekwondo Songahm.

Mais de 200 competidores participaram do evento que contou com, além das tradicionais fórmulas, armas e sparring, a categoria de times de sparring. Sensação em torneios, as competições por equipes mexem com a torcida e com o os participantes. Desta vez, quem levou a melhor foi o time da cidade de Ponta Grossa.

Para o Professor Rodrigo Demétrio, faixa preta 5º Dan, é uma enorme satisfação acompanhar a evolução e a participação cada vez maior dos alunos. “Para os que competiram, é sempre um novo aprendizado que independe da colocação. Medalhas enferrujam e juntam poeira, mas a coragem de se desafiar e fazer o seu melhor em busca de superar os seus limites, isso ninguém tira de deles”, conclui.

Mães e filhos estão marcando presença na competição

Já é uma tendência dentro das escolas da ATA Brasil. As mães e seus filhos treinando juntos. É uma ótima forma de estreitar ainda mais os laços. E na hora do torneio essa relação se intensifica. Um torcer pelo outro, só faz bem.

“Foi incrível participar ao lado de minha filha, poder contar com o apoio e a torcida dela, logo depois que competi fui dar meu incentivo e dessa vez sabendo como é estar do outro lado do tatame.” Conta, Alessandra Pereira (47), mãe da Luiza (11). Ambas competiram no domingo e ainda puderam comemorar a primeira vitória da mamãe na categoria de fórmulas. “Treinar com minha filha também faz com que nossa linguagem e nossos objetivos sejam parecidos”, lembra Alessandra.

Adriana Carniato, (33), treina taekwondo há um ano com seus filhos, Gustavo e Guilherme, de dez e quatro anos respectivamente. Adriana afirma que competir em um torneio com os filhos é um momento de cumplicidade. “Ficamos na mesma posição de ser avaliados, nos aproximando. Além disso, o ambiente que se forma no em torno do evento, de disciplina e respeito, reforça todos os conceitos que passamos para nossos filhos no dia a dia”, explica.

Motivação, treino e preparação

Em paralelo com o torneio, também ocorreu a primeira troca de faixa das escolas ATA de Curitiba. Incentivados e motivados pelo clima amigável e inspirador da arte marcial e dos pofessores, os alunos já traçam novos objetivos e iniciam os preparatórios para a II Etapa do Campeonato Brasileiro em 2017, na cidade São Paulo no dia 29 de Abril.

*Estudante de jornalismo/Faixa preta 1ºDan

atabr.com  VAMOS FAZER UM MUNDO MELHOR, UM FAIXA PRETA POR VEZ!